segunda-feira, 4 de julho de 2011

Canal Lacrimal Obstruído

Ontem Rafaela começou a remelar o olhinho esquerdo, logo pensei: "Conjuntivite" no momento fiquei com muita peninha dela, porque desde cedo percebi o quanto ela estava incomodada, chorando muito e com o olhinho fechadinho. A noite foi que piorou e resolvi lavar com soro fisiológico para limpar e acalmar as vistas.
Hoje de manha cedo liguei para a Dra. Katia Vargas Oftalmo e marquei uma consulta para ela examinar Rafaela e eu ficar despreocupada, até então estava achando que fosse só mesmo uma conjuntivite e que continuaria passando o soro e logo ela ficaria melhor. Para minha surpresa minha pequena está com obstrução no canal lacrimal, a medica passou um colírio e pediu para fazer massagem do canto do olho descendo pro nariz.
A medica disse que não é para me preocupar. Impossível né gente? Quando passamos a ser mãe, agente não quer que aconteça nada com nossos filhos e se possível tudo aconteça com agente. Já começamos a fazer a massagem e a passar o colírio e já vimos ( eu e marido ) uma melhora.
Com fé em Deus isso vai passar rapidinho.
Beijos

Consegui uma materia falando sobre o assunto

Obstrução de vias lacrimais

O que é: A obstrução do canal lacrimal geralmente é causada por um processo inflamatório ou mesmo congênito.

Sintomas: O principal sintoma é o lacrimejamento constante, geralmente unilateral. Quando o canal lacrimal fica muito tempo obstruído, pode haver inflamação ou infecção, pois a lágrima permanece retida por um período muito longo. Nesse caso, o local da inflamação – canto interno e inferior do olho, próximo à base do nariz – fica vermelho, inchado e dolorido. Em alguns casos há saída de secreção purulenta pelo orifício de entrada do canal lacrimal.

Tratamento: A orientação é realizar massagem no local de três a quatro vezes ao dia para tentar desobstruir o canal lacrimal. No caso de inflamação, deve-se associar compressas quentes ou anti-inflamatórios. Quando não há melhora, recorre-se a cirurgia.

Lágrimas NÃO são produzidas DENTRO do olho. Nunca poderão estar relacionadas com glaucoma. Porém o lacrimejamento excessivo pode ser um dos sinais do glaucoma.


Essa obstrução do canal lacrimal é consequencia da aplicação do nitrato de prata na hora do parto: tem que fazer massagem no canto do olho, limpar, eventualmente usar colírios


PATOGÉNESE / BACKGROUND
• a persistência de uma membrana na extremidade inferior do ducto nasolacrimal implica uma canalização incompleta deste, resultando na obstrução do ducto
• também designada por Obstrução Congénita do Ducto Nasolacrimal

ASPECTOS CLÍNICOS
MANIFESTAÇÕES OFTALMOLÓGICAS
• choro constante do olho afectado
• umidade do olho
• epífora
• acumulação de secreções mucosas ou mucopurulentas no olho afectado, resultando na formação de crostas (usulamente ao acordar)
• eritema ou maceração da pele abaixo do olho
• libertação de um fluido límpido ou de uma secreção mucopurulenta ao massajar a área do saco nasolacrimal
• pode ser intermitente ou contínua durante vários meses
• uma infecção do tracto respiratório superior pode agravar esta condição
• usualmente unilateral, mas podendo ser bilateral
tratamento da obstrução do canal lacrimal
1) Conservador
• massagem nasolacrimal 2-3 vezes por dia seguida de limpeza da pálpebra com água quente
• antibióticos para drenagem das secreções mucopurulentas
2) Exame lacrimal
• indicado se não há resposta à aplicação de técnicas conservadoras
• pode ser repetido uma ou duas vezes antes da cirurgia
3) Cirurgia
• a cirurgia definitiva é indicada quando o exame não é suficiente para a resolução do problema ou quando há complicações
• inserção de um tubo de silicone
• dacriocistorrinostomia
4) Complicações
• necessitam de ser tratadas com antibióticos

2 comentários:

  1. Tem que cuida dessa menina linda Mari, se a gente depender desses médicos que não se empenham em seu trabalho...

    ResponderExcluir
  2. Mari,
    A Gabi tb teve. Demorou um pouco mais do que eu esperava p passar, pq a médica deu um prazo de +- 1 mês p sumir, mas só foi desaparecer por completo com uns 6 meses... E dá-lhe massagens que ajuda e muitooo.
    bjos nas duas

    ResponderExcluir

Seguidores